Pular para o conteúdo principal

SONHO E REALIDADE


A realidade ordinária destina-se àqueles que não suportam a verdade do sonho.

Comentários

Constança Lucas disse…
como se distingue a realidade dos sonhos ??????????????


bem vindo de volta

abraços
Constança
Héber Sales disse…
É tudo ficção, sem dúvida, querida.

A "realidade ordinária", a ficção do consciente e, em grande parte, construção social; Os sonhos, do inconsciente.

Enquanto a primeira nos assegura um mínimo de coesão social, a segunda elabora os desejos reprimidos.

Isso, na perspectiva freudiana.

Abraços pra você.
Héber
VeraBasile disse…
Nossa!
Fiquei c essa frase na cabeça..talvez deva ser trabalhada em terapia..rs..
Sou pela verdade dos sonhos. Loucura? Acho q não, só uma abstração necessária pra se viver ou suportar a realidade.
bjs
Fao disse…
sonhos sonhos sãos
Gildo disse…
Devagarinho,
devagarinho...

Bom que esteja de volta.

Também estou um tanto devagarinho.
Quem sabe assim chegamos ao longinho?...

Abraços.
Jacinta Dantas disse…
Oi Heber,
meus sonhos. Ah! meus sonhos. Por vezes me perturbam, problematizam e me convidam à busca pelo entendimento.
Saudades de você moço.
Beijos
jorge vicente disse…
a realidade do sonho

é a minha realidade.

um grande abraço
jorge vicente
Analuka disse…
Lendo tua frase, pensei nas palavras de Clarice, sobre o extraordinário escondido nas dobras ou frestas do cotidiano!... Um abraço alado azul, caríssimo.
o que seria da realidade se não fosse os sonhos? talvez mais lógica, mais direta e mais óbvia. no entanto, sem os sonhos não seriamos nada além de máquinas, o que aos poucos estamos nos tornando.
até...espero vê-lo mais vezes vagando em meu blog.
jugioli disse…
~E não tem imaginação.

JU
tatiana disse…
Prefiro viver nos sonhos para que a realidade não me deixe maluca e cansada. A lém de ser bem mais interessante...
mariagomes disse…
eu vou " levar" esta frase comigo!

sinto que cada vez mais a realidade é ordinária, cada vez mais o sonho é uma verdade.
Héber Sales disse…
Olá Maria, tudo bem?

O Manoel de Barros tem uma frase genial: "as coisas inventadas são mais bonitas".

Agora, eu acho que tudo é invenção, até a realidade ordinária - uma invenção que não se vê como invenção, o que é o seu grande problema, eu acho.

Abraços.

Postagens mais visitadas deste blog

Natureza humana

1

Lampeja a minha noite
Um anjo a piscar o olho insone
Vem chamar-me à janela
Com doce falar de sonhos

Toma-me a mão e me leva
Muros não podem detê-lo
Faz-me um andarilho da lua
Ser como a luz da estrela

2

Já vem chegando a manhã
Logo a cidade desperta
"A noite é uma doce maçã"
O anjo convida a mordê-la

Sinto a manhã derradeira
Insisto com ele por que
O estranho me diz é apenas
A tua natureza humana
.

Wordtrack for a long play

Na próxima quarta-feira, 07/06, às 21:00, farei a primeira apresentação do meu solo de spoken word Quem anda distraído não sonha acordado, no XIX Seminário de Línguas e Literatura do curso de Letras do UNASP, em Engenheiro Coelho.

O pocket show, que mistura alguns dos meus poemas e crônicas com músicas remixadas, seria lançado no dia 08/07 apenas, no Espaço Luzeart, em Mogi Guaçu, mas decidi fazer uma pré-estréia ao ser convidado para esse evento. A performance propõe, por meio de uma experiência estética, uma reflexão sobre a imaginação literária. O set list do espetáculo, vocês podem ouvir aqui.